No regime de caixa é considerado o registro das contas a pagar (despesas ou custos) e a receber (vendas ou outras receitas) na data que foram pagas/recebidas, ou seja, no regime de caixa o foco são entradas e saídas no período.


O fluxo de caixa vai te mostrar tudo o que entrou e  saiu em um período e mostrar qual foi o resultado, se foi positivo ou não.


Veja o exemplo a seguir, em Outubro/2018 tivemos R$ 657,80 de recebimentos (entrada) e R$ 735,00 de pagamentos (saída). Com isso a empresa teve um saldo negativo no final do mês (R$ -77,20).



Então podemos concluir que o fluxo de caixa apresenta exatamente quanto dinheiro a empresa realmente possui em caixa. Isso é importante para realizar seus planejamentos financeiros, sabendo exatamente quando sua empresa estará com caixa para realizar um investimento e quando precisará segurar os gastos. 


Por isso é importante acompanha-lo junto a seu DRE, para ter uma análise da saúde econômico-financeira do seu negócio por duas perspectivas diferentes: o regime de caixa e de competência.


Temos um vídeo explicativo sobre Fluxo de Caixa e DRE: 



Veja também: Como eu vejo meu Fluxo de Caixa no sistema?

Veja também: Como eu vejo minha DRE no sistema?


Palavras-chave: fluxo de caixa; gestão financeira.